InícioPortalCalendárioFAQTemploRegistrar-seConectar-se
Você está fora do Acampamento, entre para aproveitar nosso Acampamento

Compartilhe|

PVP Brutal- Ariel e Sam

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo
AutorMensagem
Hipnos
Deus Menor
Deus Menor
avatar

Mensagens : 515
Pontos : 24810
Reputação : 2
Data de inscrição : 06/03/2012

Ficha de Personagem
Nível: ∞
Vida Vida:
999999/999999  (999999/999999)
Energia Energia:
999999/999999  (999999/999999)

MensagemAssunto: PVP Brutal- Ariel e Sam Sab Jun 30, 2012 3:44 pm

Bem amigos, aqui ira ser feita a primeira luta PvP e será bruta, ou seja só vai acabar quando estiver uma morte.

A desafiante é Ariel que quer matar todos os filhos de Hades, e o outro é Sam que quer meter porrada em alguém faz muito tempo e hoje tem essa chance.

ESSA LUTA É PATROCINADA PELA LOJA SOLARIS MARKET QUE OFERECEU O EQUIPAMENTO PARA OS COMPETIDORES
Campo de Batalha : Cemitério..

Agora lutem até a morte.

Observações:
Citação :
- Poste o que você esta levando na luta.


Seja humilde, pois, até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar.
- Bob Marley


Spoiler:
 


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ariel Zalander
Indeterminados
Indeterminados
avatar

Mensagens : 4
Pontos : 21823
Reputação : 99
Data de inscrição : 30/06/2012
Localização : Não importa

Ficha de Personagem
Nível: 1
Vida Vida:
0/100  (0/100)
Energia Energia:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam Sab Jun 30, 2012 4:44 pm

Eu caminhava calmamente para a entrada do cemitério que era um lugar aonde cheirava a morte certa, sabia que eu enfrentaria um grande oponente e em uma arena que daria algumas vantagens para ele, por ser filho do imperador Hades, ainda era uma indefinida e meu nome é Ariel e meu adversário seria o poderoso Sam, estava trajando em meu corpo a minha armadura de ouro imperial, minhas flechas ajudantes que estavam dentro de minha aljava e do lado a minha espada que estava em sua bainha, estavam ambas em minhas costas em minha mão direita o meu arco de ouro imperial, em minha cabeça o meu elmo que brilhava um pouco de ouro, naquela noite que fazia a lua emanar o seu brilho que poderia ser um sinal de azar ou de boa sorte, em minha cintura no lado esquerdo, estava a minha adaga, todo o meu belo corpo brilhava intensamente, como se eu fosse o próprio sol, agradecia internamente em minha mente, ao deus Apolo, por ter emprestado aqueles intens.

Quando finalmente adentro a entrada daquele cemitério que estava cheios de tumbas por todo o lado, o ar estava um pouco pesado com toda a certeza deveria ser porque ocorreria uma grande batalha, o vento passava calmo por entre meus cabelos que estavam por fora de meu elmo dourado, não poderia agora recuar agora e quando finalmente avisto no centro daquele cemitério, o meu oponente, eu falava parando um pouco distante dele:

-Vamos nos apresentar, sou Ariel Zalander e estou aqui, para provar que sou digna de ter o poder que o seu pai negou dar-me.

Nesse momento, dou um enorme salto para cima e indo para trás, pego o meu arco de minhas costas e atiro três flechas e ambas eram de som que caem nos três lados em volta onde o Sam estava e com isso elas produziram ondas conjuntas de som em volta e com isso tentaria fazer os tímpanos dele sangrar, por causa das flechas sonoras e depois desse ataque, me oculto nas sombras da noite do cemitério, e o brilho da minha armadura fazia o resto da área brilhar, o que fazia isso ocultar a minha presença, por que fazia a área em volta, emanar brilhos que ocultariam a minha presença.



Spoiler:
 

Hp: 100 e Energia: 100
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sam L. Armstrong
Filhos de Hades
Filhos de Hades
avatar

Mensagens : 36
Pontos : 21890
Reputação : 100
Data de inscrição : 27/06/2012
Idade : 20
Localização : Acampamento Colina Imperial

Ficha de Personagem
Nível: 12
Vida Vida:
700/700  (700/700)
Energia Energia:
700/700  (700/700)

MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam Sab Jun 30, 2012 5:52 pm



O caos que a vida estende para toda a população apenas se alastra com as diversas mudanças de culturas.

A retirada de um campista de seu chalé nem sempre é feliz, para mim, Sam, é bem estranho. Eu sou muito estranho e em toda minha breve existência, vou ser. Olhava para os lados, saindo do chalé, rapidamente. Minha mão estava normalmente estranha, minha pele é totalmente pálida. O som que ecoava na minha mente era o mesmo que tinha ouvido quando pequeno. O som da minha mãe morrendo, seu grito, e uma luz verde ofuscante. A minha espada estava na cama, e ela era a minha preferida. Apenas alguns toques e poderia absorver a alma de qualquer ser vivo. Hesitei em pegá-la, pois quando mais próximo das lâminas eu estava, mas meu sentimento de matança aumentava. O ódio estava em meu sangue e nunca iria sair. Coloquei a espada na minha bainha, sem me queixar do que aconteceria a seguir. Eu já sabia quem iria encontrar hoje e a garota não tinha sorte nenhuma em me ver mal. Saí do chalé rapidamente, ignorando minha irmã. Lucca me seguiu, e apenas acariciei sua cabeça. Meu elmo estava a cabeça, o que me ajudaria a enlouquecer os inimigos. Olhava atentamente para todos os chalés em que eu já tinha passado e se concentrava no chalé de Apolo, o qual minha amada vivia. Fiz um gesto estranho que aprendi com o meu sátiro, o Leo. Fiz com minha mão, três dedos como garra que protegeriam o meu coração de coisas ruins - mas eu mesmo já era uma coisa ruim. Meu corpo estava livremente para correr e lutar, e eu sabia que hoje era o dia.

Meu sonho fora anormal. No fundo do meu coração, o ódio ia aumentando e se concentrava apenas em uma pessoa. Andei livremente, procurando algo que fazer. Fugia de mim mesmo e com Lucca, passava as barreiras da vida, para encontrar o cemitério que havia marcado a luta. Eu não sabia o que realmente a garota queria com isso, mas eu queria a morte e iria dar a ela. Pesadamente pensava no que iria fazer, porque John me resignava por dentro. Era isso que ele sempre fazia somente para ganhar meu ódio e conseguir me fazer de um diabo, como Hades. Entrava no cemitério calmamente, lendo o nome dos mortos entalhados nas tumbas que faziam o cemitério imenso. O ar estava pesado e poderia me beneficiar. Mas também poderia me prejudicar, já que era um garoto idiota. O vento levava meus cabelos negros para fora do elmo e ele os escondia novamente. Escondiam meus olhos rubros e apenas me deixava mais furioso. Os prendi e penteei para trás, para não me irritar. Via de longe, uma garota normal, totalmente dourada - ou quase, não conseguia distinguir por causa da dislexia.

— Eu sou Sam Lawliet Armstrong. Estou aqui para provar que sou o filho de Hades. O Herói do Olimpo. Legionário e o maior dos Heróis. Conheça a dor. — levei meu braço a frente, como se fosse cumprimentá-la. Mas era apenas para ir até o chão, e topar no mesmo, orando em grego antigo rapidamente.

Uma cerimônia era feita, enquanto isso, uma alma me rondeava. Era minha alma protetora, nada prenetaria aquilo - era o que eu achava, não tinha certeza - , nem mesmo o que a garota lançava. Do chão tremeluziam almas, que iam se levantando calmamente. Quatro heróis se levantavam das sombras que iam se formando abaixo de mim e logo elas poderiam se distinguir como humanas. As mesmas ligeiramente foram conhecidas pelo garoto que as havia invocado, que diga-se de passagem, eu. A alma me protegeria por um tempo bom (2 turnos, segundo o poder) e eu estava pronto para fazer meu longo ataque. Assim, olhava para ela me concentrando e a buscava, tentando achá-la.

— Olha! — disse usando um longo poder que havia aprendido quando me tornara Herói do Olimpo. Grito Heróico — Já sei porque meu pai lhe negou o poder. Você é fraca. Não tem ódio o suficiente para provar sua existência. Você vai morrer. E é por mim, o Herói do Olimpo.

Sarpédon se ajeitou. Ele era filho de Zeus e um dos heróis de Tróia, mortos pela mão de Pátroclo. Beleforonte também tinha sido invocado, e estava com suas armas para pronto combate. Ele era filho de Poseidon e assim poderia ser honrado pelos seus feitos. Enquanto eu apenas me concentrava, o mesmo fechava seus punhos e erguia as mãos para baixo. Aquedutos estavam por perto dali, eu sabia disso. Havia estudado muito alguns lugares, mesmo que o cemitério fosse imenso, ainda estaria perto da água em algum lugar. Beleforonte me lembrou, ele era a água em si. Criou água e fez uma grande tromba de água. Várias trombas de água ficavam se formando, basicamente três trombas de água. Elas tentavam cercar Ariel. Aliás, eu sabia muito bem a localização dela. Lucca, que havia me acompanhado, tinha sentido a presença da mesma e logo me contara mentalmente. Demorou um pouco para perceber, mas fora o suficiente para invocar os mortos. Agora eu sabia muito bem onde ela estava e as trombas cercavam a mesma. Sarpédon já estava com seu truque pronto, e em conjunto com Beleforonte, armou uma tempestade concentrada ali.

— Você irá sofrer.

Ligeiramente raios elétricos surgiram na mão do mesmo e no céu, nuvens negras se formavam rapidamente. Logo um raio descia na direção da garota e mesmo que não a acertasse em cheio, acertaria as tumbas ao redor dela, podendo-a enterrar no entulho. Enquanto isso, outro herói tomava forma. Este era Poriclimeno. Mas também outro saía das sombras e as almas paravam de tremeluzir. De repente, Thomas Faynor saiu do meio delas, correndo na direção da garota. Ele parou no meio do caminho, pois sabia que se avançasse poderia ser alvo dos ataques de seus aliados. Colunas de fogo se formaram ao seu redor e além da tempestade que estava acontecendo, desviando das trombas d'água, vários projeteis de bolas de fogo eram mandados para a garota. Thomas Faynor, o filho de Hefesto que incendiara Londres. Ele realmente fora importante em toda ocasião. E então, Poriclimeno fazia sua vontade. Se transformava em um grande Kraken, o maior cefalópode que eu já vira. Ele somente esperava que os ataques fossem realizados para que logo tentasse esmagá-la com seus membros pegajosos.

— Este é apenas o começo... — e então histericamente gritava — Da minha fúria!

Minha espada de ferro estígio era desembainhada e agora eu apontava para onde os ataques estavam sendo lançados. Eu era um monstro, eu sou um monstro e sempre vou ser um monstro. Lucca me informou o que realmente tinha acontecido, e que cheirava a ela fortemente. Eu me concentrava para ver se ela ainda estava viva, pois criaria com minhas próprias mãos uma bola de fogo negra, diretamente do submundo. Todos que recusassem a minha ira iriam morrer. Estava apenas começando a guerra. E eu era o aviso para ela. Que venham os heróis, pois eu, Lawliet Armstrong, já estou preparado.

Poderes Utilizados:
 

Poderes de Sarpédon:
 

Poderes de Beleforonte:
 

Poderes de Thomas Faynor:
 

Poderes de Poriclimeno:
 






Voltar ao Topo Ir em baixo
Ariel Zalander
Indeterminados
Indeterminados
avatar

Mensagens : 4
Pontos : 21823
Reputação : 99
Data de inscrição : 30/06/2012
Localização : Não importa

Ficha de Personagem
Nível: 1
Vida Vida:
0/100  (0/100)
Energia Energia:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam Sab Jun 30, 2012 9:07 pm


Chamado de Juiz


Motivo :

Parágrafo do post :mandados por mp,para Caos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caos
Deus Primordial - Assistência
Deus Primordial - Assistência
avatar

Mensagens : 448
Pontos : 27874
Reputação : 0
Data de inscrição : 06/03/2012

Ficha de Personagem
Nível: ∞
Vida Vida:
999999/999999  (999999/999999)
Energia Energia:
999999/999999  (999999/999999)

MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam Sab Jun 30, 2012 9:09 pm


Chamado de Juiz Recusado


Palavra do Juiz : Formatação errada. Qual é o motivo da chamada ? Qual é o paragrafo.

Double Post : 0/3

God Mode : 0/1

Post Incorreto : 0/5

Edit : 0/1

Reclamação : 0/3

Usuarios Mortos em Batalha :

Motivo da morte :

Voltar ao Topo Ir em baixo
Hipnos
Deus Menor
Deus Menor
avatar

Mensagens : 515
Pontos : 24810
Reputação : 2
Data de inscrição : 06/03/2012

Ficha de Personagem
Nível: ∞
Vida Vida:
999999/999999  (999999/999999)
Energia Energia:
999999/999999  (999999/999999)

MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam Sab Jun 30, 2012 9:13 pm

Ariel [10/100] MP [100/100]
Sam [140/170] MP [40/170]


12 Horas para Postar.


Seja humilde, pois, até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar.
- Bob Marley


Spoiler:
 


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sam L. Armstrong
Filhos de Hades
Filhos de Hades
avatar

Mensagens : 36
Pontos : 21890
Reputação : 100
Data de inscrição : 27/06/2012
Idade : 20
Localização : Acampamento Colina Imperial

Ficha de Personagem
Nível: 12
Vida Vida:
700/700  (700/700)
Energia Energia:
700/700  (700/700)

MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam Dom Jul 01, 2012 12:24 am



A vida simplesmente é uma ocorrência duradoura... bem, às vezes não.

Entre os entulhos que sobrara, caminhava procurando a garota. Até chegar nela, sorri. Ela não seria capaz de fazer muita coisa. Estava à beira da morte, provavelmente. Eu sentia sua essência saindo e querendo fugir para o submundo. Era incrível como em poucos minutos tudo estava daquele jeito, desamparado. O zunido dos raios que atingiram a mesma ainda ecoava no meu ouvido e o pingo repentino da chuva me atentava. A simples consciência de que nada terminaria bem, me fez ficar totalmente bem. Apontei a arma para a garota, avançei.
Se a mesma atacar:
 
Se ela não atacar:
 


Poderes Utilizados:
 

Poderes de Sarpédon:
 

Poderes de Beleforonte:
 

Poderes de Thomas Faynor:
 

Poderes de Poriclimeno:
 






Voltar ao Topo Ir em baixo
Hipnos
Deus Menor
Deus Menor
avatar

Mensagens : 515
Pontos : 24810
Reputação : 2
Data de inscrição : 06/03/2012

Ficha de Personagem
Nível: ∞
Vida Vida:
999999/999999  (999999/999999)
Energia Energia:
999999/999999  (999999/999999)

MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam Sab Jul 07, 2012 3:59 pm

Premios: 750 XP
300 Dracmas


Seja humilde, pois, até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar.
- Bob Marley


Spoiler:
 


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: PVP Brutal- Ariel e Sam

Voltar ao Topo Ir em baixo

PVP Brutal- Ariel e Sam

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» Ato I - Ariel, Johan, Aeltlas e Baraz
» [+18] Cavalo comendo moça brutalmente, cenas fortes :@
» Long-gone London - Capítulo I: O baile dos amaldiçoados
» Ariel Delphine - Lasombra AT - Camarilla

Mensagens predefinidas :
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Acampamento Colina Imperial :: Acampamento Colina Imperial :: A Grande Arena :: Arena de PvP's-
Eu vi em : http://campcolinaimperialv3.forumeiros.com/privmsg?folder=inbox&mode=read&p=122#ixzz1yulAq5rZ