InícioPortalCalendárioFAQTemploRegistrar-seConectar-se
Você está fora do Acampamento, entre para aproveitar nosso Acampamento

Compartilhe|

Missão One-Post - Jake Wayne

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo
AutorMensagem
Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
avatar

Mensagens : 1196
Pontos : 26232
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2011
Idade : 22

Ficha de Personagem
Nível: ∞
Vida Vida:
999999/999999  (999999/999999)
Energia Energia:
999999/999999  (999999/999999)

MensagemAssunto: Missão One-Post - Jake Wayne Ter Jul 17, 2012 9:42 am

O Resgate dos Medos


Jake Wayne estava sentado, próximo ao Lago do Centauro, observava atenciosamente cada passo dos semideuses, as risadas das Dríades e das Ninfas e como sempre estava se sentindo só. Se levantou e ao virar se choca com um homem muito musculoso, era Héracles.

- Jake Wayne?
- Sim, lord.
- Seu pai precisa de você.
- Meu pai? Phobos?
- Sim.
- Soubemos que ele e Deimos foram capturados pelo exército de Gaia. A maior possibilidade é de que ele esteja em Las Vegas.
- Ok! Irei resgata-lo.


Nisso, Héracles vai embora e deixa Jake sozinho.

Informações:
- Terá que ir de algum jeito até Las Vegas, por água, depois por ar e por fim por terra.
- Quando estiver em água enfrentará dois monstros á sua escolha.
- Quando estiver em ar enfrentará quatro monstros á sua escolha
- Quando estiver em terra enfrentará o exército de Gaia, á sua escolha.
- Pode levar um mascote, 2 armas, 2 equipamentos de defesa e 2 itens.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://campcolinaimperialv3.forumeiros.com
Ω Jake Diamond
Filhos de Phobos
Filhos de Phobos
avatar

Mensagens : 39
Pontos : 23411
Reputação : 100
Data de inscrição : 27/06/2012

Ficha de Personagem
Nível: 8
Vida Vida:
500/500  (500/500)
Energia Energia:
500/500  (500/500)

MensagemAssunto: Re: Missão One-Post - Jake Wayne Qua Jul 18, 2012 1:19 pm

Recebo a missão.


Eu havia saído da arena onde matei alguns monstros agora estava sentado, próximo ao Lago do Centauro, observava atenciosamente cada passo dos semideuses, as risadas das Dríades e das Ninfas e como sempre estava se sentindo só (segundo o narrador) quando não estava com uma das minhas amigas ou amigos, quando me levantei e ao me virar me choquei com um homem muito musculoso e alto, o reconheci como Héracles, antes de eu falar qualquer coisa ele disse:
- Jake Wayne?
- Sim, lord.
- Seu pai precisa de você.
- Meu pai? Phobos?
- Sim.
- Soubemos que ele e Deimos foram capturados pelo exército de Gaia. A maior possibilidade é de que ele esteja em Las Vegas.
- Ok! Irei resgata-lo.


Após a brilhante explicação de Héracles ele vai embora, finalmente meu lado caçador iria ter seu desejo concedido, minha sede iria ter seu alimento. Fui andando até o meu chalé pensando.. .talvez eu não voltaria, mas tinha que fazer de tudo pra voltar (). Ao chegar no chalé fui pegar algumas coisas e vesti minha armadura.

Oque levei:
Spoiler:
 

Após pegar as minhas coisas eu já ia saindo quando minha irmã entrou no chalé, vendo que eu estava com coisas para luta disse:
- Hey irmão, vai lutar novamente?
- Sim, agora vou em uma missão.
- Hum... o que vai fazer nela?
- Vou resgatar Phobos e Deimos de Gaia
- Ah... boa sorte.
- Obrigado

Após isso ela me deu um beijo na bochecha, então sai do chalé, fui andando pensando.. talvez seja a última vez que eu iria ver aquele Acampamento, talvez... ao chegar lá vejo um Pegasus e ao lado dele estava Héracles, que ordenou que eu suba nele, foi quando meu lobo veio correndo para meu lado, quando ele chegou estava com um metro, do jeito que ele fica após lutas, então mandei ele subir no meu colo, então após subirmos no Pegasus eu disse:
- Voe amiguinho, voe amiguinho -q.
Batalha pelos ares.


Estava voando pelo ar abaixo quando um jacaré apareceu quando me passou algo pela cabeça, estava sendo fácil de mais aquilo, algo me avisava que teria problemas, continuei a viajem quando vi três harpias, a primeira deu um rasante na minha direção, acertando um corte contra o meu braço esquerdo, logo tirei a minha espada da bainha e a lança, logo meu cão pulou sobre outra que estava por perto, eu pulei sobre a harpia que havia me atacado, posicionei meus equipamentos pra dor ficar menor, e estava tentando desferir golpes horizontais contra a Harpia, que desviava de quase todos, menos um que eu havia acertado no meio de sua cabeça, logo ela era apena pó caindo na água, logo eu havia pulado no meu pegasus, o meu lobo havia destruído a Harpia e agora virou um lobisomem, ótimo... ele pulou sobre a outra Harpia e estava a destruindo, para ajudar lancei a minha lança contra a mesma, que acertou em seu coração e o lobisomem impediu que ela caísse no mar, pensei que agora tinha acabado, mas infelizmente eu estava errado.
Logo após isso um grifo apareceu, ele tinha um metro e meio, suas penas eram belas, e seria meu próximo inimigo, logo dei algumas estocadas contra sua pata traseira direita, causando alguma dor contra ele, porém ele estava bicando a mim e a meu lobo, logo coloquei meu escudo na frente e meu lobo pulou sobre ele, e fiquei dando várias estocadas com a minha lança contra ele, porém para nossa falta de sorte ele conseguiu matar o Pegasus, após isso caímos, eu e meu lobo ‘’ É.... minha morte chegou... ‘’ era apenas isso o que eu pensava, o que passava pela minha cabeça era somente isso, porém para minha sorte algo me protegeu de morrer , eu rapidamente desmaiei.
Naíade me seduza! -qq.


Quando acordei estava em um barco, ele parecia ser velho, logo suspirei aliviado, encontrei o meu lobisomem caído no chão ainda desmaiado, eu também estava muito ferido... se algum oponente aparecesse agora provavelmente eu morreria, logo entrei dentro do barco e encontrei vários bolos, fui até ele e cheirei, logo descobri que não tinha veneno nem nada, logo em um movimento rápido comi-o, logo eu estava recuperado... era ambrosia, graças aos deuses. Quando meu lobisomem acordou trouxe ele para dentro do barco e lhe dei um pedaço de bolo, ali nós poderíamos nos recuperar do que havia acontecido com nós...fiz uma oração aos deuses que me protegeram da morte, então estava andando, senti que algo nos atacaria... deixei algumas coisas guardadas, porém estava andando com minha espada, com minha armadura e com o meu escudo. Fui andando e pensando.... '' Será que caso me ataquem seja o Kraken? Se for a por** fica séria...'' então chamei o Lobisomem, lhe dei a lança e fomos andando... até que duas Naíades estavam em frente ao barco, logo sorri, não era um kraken...
Logo, pulei no mar. Estava mediante duas belas náiades, cabelos azuis e olhos ciano. Pelos deuses, eu estava mediante a criaturas repletas de beleza. Como poderia imaginar, aqueles olhos como uma representação do gelo, tocavam no fundo de meu alma, e com um sorriso incásico, não pude me conter. Tinha que tentar, talvez conseguisse um beijo, quem sabe.
— Pelos deuses, a que devo a honra de encontrar seres de tamanha beleza? - eu disse, abrindo os braços em uma encenação de uma peca que havia visto, agora entendia. Nesta peça, o protagonista encontrava com sereias.. Não eram sereias, eram infinitamente mais bonitas.
— estamos aqui pelo barco, queremos ele.
— Mas, minhas damas, eu preciso dele, para chegar ao meu destino.
— Nao nos importamos com isso, renda-se.
— vamos fazer um acordo, meu anjinho caído. Eu te levo onde queres ir, e bem, vocês me dão um beijinho. - dizia eu, estava sorrindo, só de imaginar a oportunidade.
— ora, meu belo marinheiro, e por que deveríamos nos submeter a isso??
— simples, náiade. Se nós lutarmos, o que vai acontecer aqui?? Um combate, vamos nos machucar e vai haver baixa, certo?? Vocês me dão um beijinho, e terão um motorista particular. Imagina, o quanto seria bom tirar uma onda sobre um navio??
— Pode ser... Preciso que me leve ao centro da cidade.

— Mas... Vocês são náiades... Por que querem isso??
— tem umas coisas que queremos comprar...
— claro, agora de meu beijo.

As duas náiades se aproximam de mim. A primeira me beija, com as mãos em sua cintura, puxo-a contra mim. De modo que ela esfregue sua virilha contra mim, podia sentir minha calça ficar levemente úmida na região, devido à ninfa estar molhada. A segunda se aproxima, parecia tímida, levemente corada. Coloco dois dedos em seu cabelo, e massageio sua nuca levemente, ela começava a se soltar, aparentava gostar daquilo. Sorrio para ela, minhas mãos deslizavam em suas costas e logo estavam na parte traseira de suas coxas, enquanto a beijava minhas mãos subiam pelas suas Coxas arranhando-as levemente.
— ei vocês dois, já chega não??
— desculpe, perdi a noção do tempo, enquanto beijava essa náiade... Estonteante.
- subindo no barco, eu dizia — vamos, subam, vou deixar vocês no Porto.
Quando elas subiram, decide que estava na hora de verificar o navio. Ao procurar por todo o perímetro, encontrei no armazém do navio, estoques com fogo grego. Sorrindo, sabia o que fazia. Coloquei minha bolsa enolvendendo-o daqui há algum tempo, aconteceria uma explosão. Rapidamente subi e comecei a pilotar o barco. Chegando no Porto disse:
— podem ficar com o barco, daqui eu sigo a pé.
Sai do meu barco com meu lobo lobisomem, e fiquei observando. Quando elas já estavam no horizonte escutei um barulho, seguido por chamas. A bomba que havia criado tinha dado certo. Havia matado aquelas náiades. Antes de elas entrarem no navio, havia ouvido que elas matavam todos os semideuses que encontravam, então não tive escolha. Que pena, há náiade que beijei depois, era encantadora.

Gaia Central I.

Enquanto caminhava encontro cinco ciclopes e um centauro, entre eles estavam os deuses Phobos e Deimos, presos. Eles carregavam uma bandeira, GAIA CENTRAL I. Era o que dizia na mesma. Era um combate, precisava de uma tática pra se livrar daqueles oponentes.Pego minha espada e sorrio. Correndo vou com minha espada em punho e desfiro dois cortes transversais fazendo dois oponentes caírem sem vida. Logo continuo e faço um escotada, matando o centauro. Com minha lança em mãos, tento golpear com o cabo na boca de um dos ciclopes, enquanto cravo no olho do da frente. Ele cai no chão, chuto seu rosto, fazendo com que ele vire poeira. Nisso, começo a lutar com o ciclope, que desviava de todos meus golpes. Continuo atacando, sem deixar bestas. Porém ele soca meu rosto. Cai do, perdi minha lança. O ciclope se joga sobre mim, mas rapidamente coloco minha espada no local. Matando-o. Então caminho até os deuses, libertando-os. Logo Phobos olhou para mim com orgulho e disse:

- Estou orgulhoso filho após isso ele e Deimos disseram em conjunto:
- Salvou nossas vidas somos eternamente gratos.
- Ér... obrigado.
- Filho, irei teleporta-lo para o Acampamento, obrigado mais uma vez.
- É um prazer e.e

Logo apareci na frente do Acampamento, juntamente com o meu cão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
avatar

Mensagens : 1196
Pontos : 26232
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2011
Idade : 22

Ficha de Personagem
Nível: ∞
Vida Vida:
999999/999999  (999999/999999)
Energia Energia:
999999/999999  (999999/999999)

MensagemAssunto: Re: Missão One-Post - Jake Wayne Qua Jul 18, 2012 1:30 pm

Você teve uma boa criatividade na missão em sí, porém não deixou o momento "acontecer" foi muito apressado, deveria ter mais descrições. Alguns erros ortográficos...

Prêmios:

- 500 XP
- 500 Dracmas
- Lentes Energética [Ao colocar no olho, o semideus poderá ver fontes de energia como uma luz branca]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://campcolinaimperialv3.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Missão One-Post - Jake Wayne

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão One-Post - Jake Wayne

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» • Ficha para Missões One-Post •
» • Ficha para Missões One-Post •
» • Ficha para Missões One-Post
» • Ficha para Missões One-Post Contínuas
» • Ficha para Missões One-Post Contínuas •

Mensagens predefinidas :
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Acampamento Colina Imperial :: América :: Estados Unidos da América :: Las Vegas-
Eu vi em : http://campcolinaimperialv3.forumeiros.com/privmsg?folder=inbox&mode=read&p=122#ixzz1yulAq5rZ